Procurados

NÃO IDENTIFICADOS

NÃO IDENTIFICADOS

Data da Fuga: 12/03/2018

Data de Inclusão: 04/05/2018

Local: Aeroporto Internacional de Manaus ? Eduardo Gomes, no bairro Tarumã

Detalhes:

Polícia Civil pede o apoio da população para identificar e prender trio por furto em loja no Aeroporto de Manaus

A Polícia Civil do Amazonas, por meio do delegado Antônio Cláudio Teixeira, titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Turista (DECCT), solicita a colaboração de todos na divulgação da imagem de trio, ainda não identificado pela polícia, pela autoria de furto a itens de uma loja situada no Aeroporto Internacional de Manaus – Eduardo Gomes, no bairro Tarumã, zona oeste. O delito aconteceu na noite do dia 12 de março deste ano.

De acordo com a autoridade policial, o caso começou a ser investigado pela especializada após uma mulher de 25 anos, vendedora do estabelecimento, ter procurado a delegacia para formalizar a ocorrência. Segundo o delegado, após inventário na loja, foi constatado o furto de quatro perfumes que, somados, causam prejuízo de R$ 1.685 reais.
“Após análise minuciosa às imagens captadas pelas câmeras de segurança do circuito interno do aeroporto, verificamos que no dia do crime duas mulheres e um homem saíram de um veículo da marca Chevrolet, modelo Celta, de cor vermelha, que estava estacionado na área externa. Os infratores entraram no aeroporto e foram até a loja, onde furtaram os perfumes”, argumentou o titular da DECCT.

Conforme Teixeira, durante termo de declaração, a funcionária relatou que na hora em que aconteceu a ação criminosa ela estava no atendimento e outro funcionário no caixa. Em determinado momento, uma mulher de aproximadamente 1,57 metro, de pele morena clara, cabelos pretos na altura do ombro, trajando calça jeans clara e blusa tipo cropped de mangas, perguntou onde ficava a seção de bebidas alcoólicas.

“Na ocasião a vendedora mostrou a localização das bebidas, mas acompanhou a mulher até a parte externa da loja para indicar mais opções em outro estabelecimento da mesma franquia. Então, outra mulher, de estatura mediana, de pele branca, olhos claros, cabelos pretos com as pontas loiras, vestindo agasalho na cor creme e calça jeans azul marinho, perguntou para a vendedora onde estava determinado perfume e a funcionária indicou o setor. Em seguida disse que ia chamar outra funcionária para atendê-la melhor”, declarou o delegado.

Ainda conforme a declarante, a mulher de agasalho, juntamente com um homem magro de cavanhaque, pele morena, com cabelos curtos, olhos pretos, medindo aproximadamente 1,66 metro, trajando blusa de manga comprida preta, bermuda jeans e sandálias, que estava portando uma sacola, permaneceu na loja. Segundo a vendedora, após alguns instantes, quando retornou à loja, percebeu que a dupla já havia deixado o lugar.

A autoridade policial ressaltou que delações em torno do caso podem ser feitas ao número: (92) 3652-1656, o disque-denúncia da especializada; ao número 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) ou por mensagens ao número (92) 98153-9321. “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu Antônio Cláudio Teixeira.

 

Envie Informações