Notícias

SSP-AM cumpre 19 mandados de prisão durante a operação Banzeiro, deflagrada em Itacoatiara

A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), por meio das Polícias Civil e Militar, e Secretaria-Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop), deflagrou desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (16/05) a operação “Banzeiro” em Itacoatiara, município distante 176 quilômetros em linha reta de Manaus. Ao longo da ação foram cumpridos 19 mandados de prisão. Foram apreendidos durante as diligências R$ 6 mil em espécie e um simulacro de arma de fogo.

Autoridades presentes (Foto: Bruno Zanardo)

Dos 19 mandados de prisão, dez foram cumpridos fora da Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) e outros nove dentro do presídio.  Também foram cumpridos mandados de busca de apreensão em dois imóveis distintos. De acordo com o que foi levantado pelas investigações policiais, os presos trabalhavam para Jackson Vinhote da Silva, conhecido como “Tonzão”, envolvido em tentativas de homicídios e investigado por homicídios e extorsões. Condenado a 21 anos de prisão, ele é suspeito de comandar o tráfico de drogas de dentro da unidade prisional, onde cumpre pena há cinco anos.

O dinheiro apreendido foi encontrado na casa de Naine Cardoso da Silva, esposa de Jackson, responsável pela contabilidade do tráfico de entorpecentes. Participaram da ação, nesta quarta-feira (16/5), o vice-governador do Estado, Bosco Saraiva; o secretário da SSP-AM,  coronel da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) Anézio Paiva; o secretário da Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), Herbert Lopes; o delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas (PCAM), Mariolino Brito, e o subcomandante-geral da PMAM, coronel Álvaro Cavalcante.

Material apreendido (Foto: Bruno Zanardo)

Mandados de prisão preventiva - Foram cumpridos mandados de prisão preventiva em nome de Patrick Pinto da Costa, o “Bad Boy”; Alder Albuquerque de Souza, conhecido como “Aldo”; Francinildo Silva dos Santos, o “Passarinho”; Patrício Ferreira Coutinho, chamado de “Urico”; Marinaldo Magalhães Costa, conhecido como “Pé de Pinto”; Jaime Vinhote da Silva, o “Tonzão”;  Jackson Vinhote da Silva, Bruno Monteiro Lemos,  Chucky Norris da Costa Mendes Sá,  Valto Fernandes de Silva,  Alexandre da Costa Oliveira, Creuza Maciel,  Janilson Rolim Rodrigo, Nilton Alves Pinheiro, Michela Marques Rattes, Naine Cardoso da Silva, Diana Mesquita dos Santos, Fabio da Silva Sá e Adriana dos Santos Vinhote. 

A operação foi coordenada pelo delegado Mateus Moreira, diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI) da Polícia Civil do Amazonas. “Essa operação teve início com investigações dos policiais lotados na Delegacia Interativa de Itacoatiara, há dois anos, e após expedição dos mandados, nós nos deslocamos de Manaus e municípios próximos para auxiliarmos os colegas. Era uma organização criminosa que dominava o tráfico na cidade, desde a compra em grande quantidade e distribuição. Além disso, temos registros de ameaças, lesão e até homicídios relacionados a esse grupo chefiado por “Tonzão” e que contava com o apoio da esposa dele, que também foi presa”, declarou a autoridade policial. 

 

Comentários