Notícias

SSP apreende 50 quilos de entorpecentes em embarcação e prende foragido da Justiça por uso de documento falso

Na manhã deste sábado (30/12), o vice-governador e secretário da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), Bosco Saraiva, falou, durante coletiva de imprensa realizada às 8h30, no prédio da Delegacia Geral, sobre ação conjunta deflagrada ao longo de sexta-feira (29/12), envolvendo servidores da Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai) e Polícia Civil do Estado, por meio do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), que resultou nas apreensões de 50 quilos de entorpecentes, entre cocaína e maconha do tipo skunk.

Material apreendido (Foto: Bruno Zanardo)

Durante as diligências, o foragido da Justiça Josimar Curico Rodrigues, 30, foi preso por uso de documento falso. O fato aconteceu no Porto Privatizado de Manaus, bairro Centro, zona centro-sul. No momento da abordagem, por volta das 17h, o indivíduo estava em uma embarcação do tipo a jato, quando apresentou Registro Geral em nome de outra pessoa. Ao constatarem a farsa, os policiais descobriram a existência, em aberto, de mandado de prisão por homicídio em nome do infrator, expedido em 22 de setembro de 2010, pelo juiz Mauro Moraes Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri.

Foragido da Justiça Josimar Curico Rodrigues (Foto: Bruno Zanardo)

As drogas apreendidas na operação foram encontradas em dois barcos de recreio. O primeiro flagrante aconteceu às 10h, nas proximidades do Porto de Iranduba, município distante 27 quilômetros em linha reta da capital. Em uma embarcação vinda do município de Japurá foram achados 25 quilos de maconha do tipo skunk. As substâncias ilícitas estavam em uma mala, encontrada no porão do barco.

O segundo flagrante ocorreu às 19h, em uma embarcação vinda do município de Tabatinga, ancorada no Porto Privatizado de Manaus. Na ocasião, as equipes policiais apreenderam mais 25 quilos de drogas, entre cocaína e maconha do tipo skunk, escondidas no casco do barco.

(Foto: Bruno Zanardo)

“Vamos continuar com esse trabalho da Inteligência, combinado com os grupos operacionais que a gente dispõe na secretaria, desde Seai, até a Delegacia Fluvial, Denarc e Departamento de Repressão ao Crime Organizado, da Polícia Civil, além de cães farejadores da Polícia Militar. O que chama atenção é a dificuldade e o formato com que eles têm tentado fazer para que essa droga chegue até o mercado consumidor,  em Manaus”, declarou Saraiva.

Vice-governador e secretário da SSP-AM, Bosco Saraiva (Foto: Bruno Zanardo)

Josimar foi autuado em flagrante por uso de documento falso. Ele foi, ainda, indicado por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Por conta da existência do mandado de prisão por homicídio em nome dele, após a Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro São Francisco, zona sul, ele será conduzido ao Centro de Detenção de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Além de Josimar, Sidney Oliveira dos Santos, 38, também foi indiciado por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos legais, ele foi liberado para responder pelo crime em liberdade. Um terceiro indivíduo prestou esclarecimentos na delegacia e foi liberado ao término dos trâmites cabíveis.

Continuidade

Bosco Saraiva ressaltou, ao longo da coletiva, que a partir do dia 1º de janeiro de 2018 será lançada a operação “Alegoria Proibida”, que diz respeito às técnicas e formatos do que vai ser adotado até o Carnaval.

“Estamos satisfeitos em ver que o resultado do trabalho conjunto entre as Polícias Civil e Militar durante o ano e, especificamente, nesses três meses que estamos à frente do Governo do Estado, quando foram apreendidas toneladas de entorpecentes e que não chegaram até o mercado consumidor. Demos um golpe muito forte no tráfico de drogas e seguiremos com muito mais força em 2018”, assegurou o secretário da SSP-AM. 

Comentários