Notícias

Equipe da DEHS prende autor de dois homicídios ocorridos no bairro Gilberto Mestrinho

O delegado Juan Valério, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), falou na manhã desta sexta-feira, dia 10, durante coletiva de imprensa realizada às 10h, no prédio da Delegacia Geral, sobre o cumprimento de mandado de prisão temporária em nome de Lucas dos Santos Brás, 22, conhecido como “Caticley”, apontado como autor de dois homicídios, tendo como vítimas Elvison Santos Gonçalves, conhecido como “Carneiro”, e Endrel Souza de Oliveira, o “Boneco”. As vítimas tinham 22 anos.

Lucas dos Santos Brás (Foto: Erlon Rodrigues)

Conforme o titular da DEHS, Elvison foi morto no dia 27 de janeiro deste ano, na Rua dos Açaizeiros, no bairro Gilberto Mestrinho, zona Leste da capital. Já Endrel foi morto no dia 20 de março deste ano, na Rua Ibins, naquele mesmo bairro. Ambas as vítimas tinham 22 anos. O delegado informou que o infrator foi preso pela equipe da DEHS na manhã de ontem, dia 9, por volta das 7h, situado no bairro São Francisco, zona Sul da cidade.

As equipes de investigação da especializada montaram campana em frente ao imóvel e, no momento em que ele saiu da residência para trabalhar, realizaram a abordagem. O mandado de prisão temporária, com prazo de 30 dias, em nome de Lucas foi expedido no dia 17 de julho deste ano, pelo juiz Mauro Moraes Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri.

De acordo com Juan Valério, Lucas teria cometido um roubo na casa de um traficante ainda não identificado. Dias depois desse crime, ele foi procurado e agredido pelo dono da casa. Na ocasião, Lucas disse que Elvison e Endrel teriam efetuado o roubo e repassado os objetos subtraídos para ele. Dias depois, Elvison e Endrel foram localizados pelo traficante e brutalmente agredidos por eles. Com o intuito de se vingar de Lucas, a dupla abordou e agrediu Lucas, afirmando que o jovem era autor do roubo.

“Desde então, Lucas tinha ameaçado matar Elvison e Endrel. No mês de janeiro deste ano, o infrator foi até um posto de combustíveis e agrediu Elvison até ele morrer. Já Endrel estava na residência dele, momento em que Lucas saiu do carro, juntamente com outra pessoa ainda não identificada, e efetuou um disparo de arma de fogo contra a vítima.

Populares testemunharam o crime. Após o delito, Lucas assumiu publicamente em uma rede social que havia executado duas pessoas que fizeram mal para ele. Apesar de todas as provas, ele continua negando a participação nos crimes”, explicou Valério. 

(Foto: Erlon Rodrigues)

Durante depoimento, Lucas negou todas as acusações, e informou que nos dias dos homicídios ele estava internado em um centro de reabilitação para dependentes químicos. O delegado ressaltou, ainda, que a equipe policial fez um trabalho de investigação, por meio de reconhecimento fotográfico, observação das redes sociais do infrator, além de várias diligências, onde foi possível constatar que Lucas é o autor dos crimes.

No prédio da DEHS Lucas foi indiciado por homicídio qualificado. O infrator irá permanecer custodiado na especializada até o término dos procedimentos cabíveis em torno do caso.

Comentários