Notícias

Equipe da 31ª DIP cumpre mandados de prisão por homicídio qualificado e tráfico de drogas em Iranduba

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba, município distante 27 quilômetros em linha reta da capital, cumpriu ao longo de quinta-feira, dia 30, no prédio da unidade policial, dois mandados de prisão preventiva por crimes distintos. A primeira situação ocorreu por volta das 10h, por tráfico de drogas, em nome de Ivan Dantas Oliveira, 20. Já o segundo caso aconteceu na sequência, com a prisão de Emerson Simões de Carvalho, 19, por homicídio qualificado.

(Foto: Divulgação)

De acordo com o delegado titular da 31ª DIP, Antonio Chicre Neto, as ordens judiciais foram cumpridas após policiais militares que atuam naquele município conduzirem os infratores à delegacia por outras circunstâncias. Na unidade policial, durante os procedimentos cabíveis, os policiais civis constataram a existência dos mandados de prisão em nome de Ivan e Emerson.

“Os policiais militares foram acionados para atender uma ocorrência de ameaça e no local encontraram Ivan, que foi conduzido à 31ª DIP para prestar esclarecimentos. No local, a equipe de investigação consultou o Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) e constatou, que em nome de Ivan, um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas, expedido no dia 20 de fevereiro deste ano, pelo juiz da 1ª Vara da Comarca de Iranduba, Jorsenildo Dourado do Nascimento”, explicou a autoridade policial.

Conforme Chicre Neto, Emerson foi interceptado por policiais militares no momento em que conduzia uma motocicleta em atitude suspeita. “Os policiais faziam patrulhamento de rotina pelo local quando avistaram o jovem. Ao ser abordado o infrator ainda tentou correr, mas foi alcançado. Com ele foram encontradas, durante revista, algumas trouxinhas de substâncias entorpecentes. Emerson foi conduzido à unidade policial, onde deveria assinar Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por posse de drogas, mas acabamos descobrindo que ele estava sendo procurado por envolvimento em homicídio qualificado ocorrido no dia 17 de julho de 2016”, declarou.

A ordem judicial, por homicídio qualificado, foi expedida no dia 16 de março deste ano, pelo juiz Carlos Henrique Jardim, da 2ª Vara da Comarca de Iranduba. Ivan foi indiciado por tráfico de drogas e ao término dos trâmites legais na delegacia será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), em Manaus.  Já Emerson foi indiciado por homicídio qualificado e assinou TCO por posse de drogas. Ele ficará à disposição da Justiça, na carceragem da 31ª DIP.

Comentários