Notícias

Delegado-geral adjunto visita base da Delegacia Móvel durante desfile das escolas de samba no Sambódromo

O delegado-geral adjunto da Polícia Civil do Amazonas, Ivo Martins acompanhou pessoalmente na noite deste sábado, 25, os trabalhos realizados no ônibus da instituição onde funciona a Delegacia Móvel (Demov) instalada no estacionamento do prédio da Delegacia Geral da Polícia Civil, situada na Avenida Pedro Teixeira, bairro Alvorada, zona Centro-Oeste, em frente ao Centro de Convenções de Manaus (Sambódromo) durante o desfile das escolas de samba do Grupo Especial.


Delegacia Móvel (Foto: Erlon Rodrigues/AI-PCAM)

De acordo com a autoridade policial, durante a noite e a madrugada, a unidade móvel registrou apenas a perda de um aparelho celular, fato ocorrido na Rua Loris Cordovil, bairro Alvorada, zona Centro-Oeste, segundo o delegado Fernando Bezerra, titular da Seccional Norte, que comandou os trabalhos até meia noite. “A madruga não tivemos nenhuma ocorrência e o trabalho transcorreu de forma muito tranquila”, informou o delegado titular da Seccional Centro-Sul, Virgílio Mendonça, que coordenou o plantão até as 7h deste domingo, 26.

Ivo Martins, delegado-geral adjunto da instituição (Foto: Erlon Rodrigues/AI-PCAM)

O delegado-geral adjunto também participou da reunião operacional do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) instalado no Bloco D do Sambódromo, onde estiveram presentes, também, o secretário de Segurança Pública (SSP), Sérgio Fontes, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel David Brandão e representantes das secretarias estadual e municipal de Saúde e do Manaustrans. “Observamos uma tranqüilidade no dia do desfile das escolas de samba e isso é muito importante para manter a segurança da população e dos foliões que vieram ao Sambódromo”, disse.

Ainda no Centro de Convenções, Ivo Martins visitou camarotes do vice-governador Henrique Oliveira, do secretário de Cultura, Robério Braga e do vice-presidente da Rede Calderado, jornalista Dissica Calderaro, e informou os trabalhos desenvolvidos pela Polícia Civil no período de Carnaval em Manaus.

A Polícia Civil disponibilizou 1.456 servidores, entre delegados, escrivães, investigadores e agentes administrativos, para participar da operação “Carnaval”, coordenada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e órgãos do sistema. Os trabalhos abrangem fiscalizações nas tradicionais bandas de rua da capital e, também, nos desfiles das escolas de samba de Manaus dos Grupos Especial e de Acesso A, B e C, no Sambódromo.

Comentários