Notícias

Titular do 25º DIP participa do 1º Fórum de Segurança Pública realizado no bairro Zumbi dos Palmares

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado titular do 25° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Eduardo Paixão, participou no último domingo, dia 26, do 1º Fórum de Segurança Pública do bairro Zumbi dos Palmares, que teve como tema: ‘Segurança Pública – Responsabilidade do Estado’. O encontro ocorreu na Igreja Católica São Mateus, localizada na Alameda Cosme Ferreira, segunda etapa do bairro Zumbi, zona Leste de Manaus. O debate, segundo a autoridade policial, teve por objetivo traçar metas de enfrentamento da criminalidade naquela área da cidade.

1º Fórum de Segurança Pública do bairro Zumbi dos Palmares. (Foto: Divulgação)

Conforme Eduardo Paixão, o convite para que ele participasse do fórum foi feito por representantes da Arquidiocese de Manaus – Área Missionária Santos Mártires. Segundo o delegado, o evento, iniciado por volta das 8h e finalizado ao meio-dia, contou ainda com a presença de líderes comunitários e parlamentares. 

Na ocasião, o titular do 25º DIP discorreu sobre propostas e iniciativas de combate à criminalidade no bairro. “Nos últimos dez dias cumprimos quatro mandados de prisão em nome de infratores que atuavam aqui na área de abrangência da delegacia. Iremos trabalhar arduamente nas investigações para que possamos reprimir a prática de crimes que incomodam os moradores dessa região da capital”, afirmou o delegado.

“Esse encontro serviu para estreitar laços entre a comunidade e a Polícia Civil.” (Foto: Divulgação)

Eduardo Paixão disse ainda que a participação dos comunitários, por meio de denúncias, tem contribuído significativamente com o trabalho realizado pela equipe do 25º DIP. Ele aproveitou para agradecer o convite para participar do fórum e ressaltou a importância da iniciativa. “Esse encontro serviu para estreitar laços entre a comunidade e a Polícia Civil. Todos os bairros deveriam abraçar essa ideia para que juntos possamos combater a criminalidade na capital”, concluiu.

Comentários