Notícias

Seduc e SSP discutem providências para aprimorar a segurança da comunidade escolar

Secretário de Estado de Educação, Algemiro Lima (ao centro) e ouvidor geral da SSP, Aloísio Paes (à direita), discutiram providências para aprimirar a segurança escolar (Foto: Eduardo Cavalcante/Seduc)

O secretário de Estado de Educação (Seduc), Algemiro Frreira Lima e o ouvidor geral da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) Aloísio Paes, reuniram nesta segunda-feira, dia 30, com o objetivo de discutir estratégias para aprimorar a segurança no perímetro das escolas públicas amazonenses. A ideia é garantir segurança tanto para a comunidade estudantil quanto para os docentes.

O secretário da Seduc declarou que as medidas discutidas, e que devem ser postas em prática já nas próximas semanas, configuram-se como uma estratégia projetada pelas entidades do Governo do Estado relacionadas com o problema. “A integração entre os segmentos de Educação e Segurança Pública será a base para a projeção de ações de enfrentamento e prevenção ao crime em áreas do entorno das escolas públicas estaduais”, afirmou Algemiro Ferreira Lima.

Atualmente, em Manaus, a rede pública estadual de ensino conta com 232 escolas, localizadas em todas as zonas geográficas da capital.

Para o ouvidor geral da SSP-AM, a integração das duas pastas contribuirá para a efetividade das providências que foram discutidas na reunião e que vão compor um plano de ação de enfrentamento e prevenção à criminalidade ao redor das escolas.

Dentre as providências discutidas e que devem ser tomadas, destacam-se: a participação de lideranças escolares nos Conselhos Comunitários de Segurança, que contam com a presença de delegados da Polícia Civil que são titulares das delegacias da cidade e oficiais da Polícia Militar que comandam as Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms); será verificada a possibilidade de interligação das câmeras de monitoramento das escolas com o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops); será feito o treinamento de servidores escolares para a percepção do uso e porte de drogas; a instalação de concertinas nos muros das escolas; integração dos gestores escolares com o comando policial dos bairros, dentre outras.

Participaram, também, da reunião técnica, a secretária de Educação Adjunta da Capital, Nazaré Vicentim e o ouvidor da Seduc, Ricardo Henrique Soares.

Comentários