Notícias

Titular da Derfv dá dicas de como prevenir roubos ou furtos de veículos

Os registros de roubos e furtos de veículos estão cada vez mais recorrentes na capital, de acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), Péricles Nascimento. Com o objetivo de auxiliar a população, a autoridade policial orienta sobre os cuidados que se deve adotar para evitar passar por esse tipo de situação. 

“É necessário ter atenção redobrada. Nos casos de roubos, é muito comum a abordagem de dois homens armados em uma moto e  um deles seguir dirigindo o veículo roubado. Portanto, é importante sempre prestar atenção se tem alguém seguindo você ou em atitude suspeita. Em casos de shows ou eventos grandes recomendamos estacionar em locais iluminados, com grande circulação de pessoas ou até mesmo em estacionamentos privados”, aconselha Péricles.

Conforme o delegado, nos últimos meses a prática de furtos com o auxílio de aparelhos chamados “Chapolins” tem chamado a atenção da polícia. O dispositivo eletrônico funciona como um bloqueador das travas de segurança, impedindo com que o veículo seja trancado e facilitando, com isso, a ação criminosa. Segundo Péricles, ao trancar o carro é preciso conferir se os pinos das portas estão para baixo e se elas, de fato, não estão abertas.

Dentre as queixas mais frequentes relatadas ao delegado da Derfv na unidade policial ele cita às relacionadas a furtos de automóveis. As motos de baixa cilindradas figuram entre os veículos mais citados nas ocorrências e são seguidas de carros populares e caminhonetes. O delegado também faz um alerta para o crime de receptação, que é caracterizado pela compra ou recebimento de automóveis roubados.

Ao ter o veículo roubado ou furtado, recomenda-se que a vítima compareça à Derfv para formalizar a ocorrência. O prédio da unidade policial está localizado na Avenida Professor Nilton Lins, nº 345, bairro Flores, zona Centro-Sul. A autoridade policial ressaltou que ao fazer o registro da situação, o veículo passará a ter restrição no sistema da Polícia Civil e do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

Comentários