Notícias

Homem é preso em Codajás por estupro cometido na capital em 2013

Policiais civis lotados na 78ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Codajás, sob o comando do delegado titular da unidade policial, Thyago Garcez, com o apoio depoliciais militares que atuam naquele município, distante 240 quilômetros em linha reta de Manaus, cumpriram no lugar, no último sábado, dia 27, por volta das 16h30, mandado de prisão em nome de Marcelo Marinho de Oliveira, 37, conhecido como “Dorval”, investigado por estupro de vulnerável. 

Delegado titular da 78ª DIP, Thyago Garcez (Foto: Divulgação)

De acordo com Thyago Garcez, a prisão ocorreu em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido no dia 16 de janeiro deste ano, pela juíza Patrícia Chacon Loureiro, titular da Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes da Comarca de Manaus. O crime, segundo a autoridade policial, ocorreu no mês de junho de 2013, em Manaus, e a vítima seria uma adolescente de 12 anos.

Marcelo Marinho de Oliveira, 37, conhecido como “Dorval” (Foto: Divulgação)

“Recebemos a informação, por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), de que Marcelo estaria em Codajás. Demos início às investigações com o intuito de descobrirmos a localização exata do infrator e constatamos que ele estava na Comunidade do Murituba, zona Rural de Codajás”, esclareceu Garcez.

Thyago Garcez ressaltou que as equipes encontraram Marcelo em uma área de difícil acesso. Para chegarem até ele, tiveram que utilizar uma lancha. O infrator foi conduzido à 78ª DIP, onde prestou esclarecimentos e foi indiciado por estupro vulnerável, previsto no Art. 217-A, caput, combinado com o Art. 14, do Código Penal. Ao término dos procedimentos cabíveis ele permaneceu preso na carceragem da unidade policial, onde irá aguardar decisão da Justiça.

Comentários