Notícias

Equipe do DRCO prende foragido da Justiça com mais de 70 kg de cocaína

Equipe do DRCO apreendeu pouco mais de 70 kg de cocaina (Foto: AI-PCAM)

Após três dias de investigações, policiais civis lotados no Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) apreenderam pouco mais de setenta quilos de cocaína pura na tarde de sexta-feira, dia 26. A droga estava com Afonso Celso Caldas de Lima, 36, um dos alvos da operação “La Muralla”, deflagrada por agentes da Polícia Federal no dia 20 de novembro de 2015, com o objetivo de desarticular uma facção criminosa que atua, em Manaus, no tráfico de drogas internacional.

Diretor do DRCO, delegado Rafael Allemand, fala sobre o caso (Foto: AI-PCAM)

De acordo com o diretor do DRCO, delegado Rafael Allemand, Afonso foi preso por volta das 15h, em via pública, na Rua Um da Vila Marinho, bairro Compensa, zona Oeste da cidade. “Demos início às diligências após o recebimento de denúncias anônimas, informando que Afonso havia alugado algumas casas e que, em um desses imóveis, estaria armazenando drogas”, explicou.

Afonso Celso Caldas de Lima, 36 (Foto: AI-PCAM)

Allemand declarou, durante coletiva de imprensa realizada na manhã deste sábado, dia 27, no prédio da Delegacia Geral, que após o recebimento das delações, os policiais do DRCO iniciaram as diligências e na tarde de ontem conseguiram efetuar a prisão do infrator. Na ocasião, foi apreendido um veículo da montadora Fiat, modelo Strada, de cor branca e placas PHG-1336, R$ 1,2 mil em espécie e cerca de meio quilo de cocaína pura que estava no automóvel.

Afonso sendo apresentando em coletiva de imprensa (Foto: AI-PCAM)

“No momento em que foi abordado Afonso admitiu que tinha mais droga escondida em uma casa, situada na Rua Cinco, bem próximo ao lugar onde foi preso. No local indicado apreendemos mais 70 quilos de cocaína, distribuídos em 63 tabletes que estavam cimentados no piso do quarto da residência. A mercadoria ilícita está avaliada em R$ 950 mil”, informou o diretor do DRCO.

A autoridade policial disse, ainda, que em depoimento, Afonso argumentou que vendia entorpecentes em Manaus há pelo menos um ano. “O infrator relatou que as pessoas ligavam e ele fazia a entregada da droga. Embora ele negue, nós sabemos que ele está no topo de uma facção criminosa que atual na cidade. Inclusive, chegou a ser preso no ano passado por policiais do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), por receptação”, esclareceu.

Afonso foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Ele também possui mandado de prisão expedido no dia 6 de novembro de 2015, pelo juiz federal da 2ª Vara Criminal, Marllon Sousa, em decorrência da operação “La Muralla”. Após os procedimentos legais ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Comentários