Notícias

Investigadores da DEHS prendem dupla procurada por homicídio

Titular da DEHS, Ivo Martins. (Foto: Ney Mendes / AI-PCAM)

O delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, falou na manhã desta segunda-feira, dia 31, durante coletiva de imprensa realizada na sede da unidade policial, sobre as prisões do caseiro Nilson Souza da Costa, 26, conhecido como “Bit,” e do autônomo Leodan Souza da Silva, 33, o “Léo”. A dupla estava sendo investigada pelo homicídio de Enoques Alves de Brito, ocorrido na madrugada do último dia 3, no Conjunto João Paulo 2, bairro Nova Cidade, zona Norte de capital.

Leodan Souza da Silva, conhecido como “Léo”. (Foto: Ney Mendes / AI-PCAM)

De acordo com a autoridade policial, os infratores foram presos na tarde de ontem, 30, por policiais civis que compõem a equipe da DEHS, em cumprimento a mandados de prisão preventiva. Os documentos foram expedidos no dia 29 deste mês, pelo juiz de Direto do Plantão Criminal Genesino Braga Neto.

Nilson Souza da Costa, 26, conhecido como “Bit'. (Foto: Ney Mendes / AI-PCAM)

Conforme Ivo Martins, Nilson foi encontrado em via pública, na Rua A do bairro Santa Inês, zona Leste de Manaus. Leodan foi preso na residência dele, localizada em um conjunto habitacional no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus. As diligências ocorreram por volta das 16h.

O delegado informou, ainda, que o homicídio em questão aconteceu no sítio onde “Bit” trabalhava como caseiro.  Na ocasião, a vítima e os dois homens comemoravam o aniversário de Nilson e consumiam no local drogas e bebidas alcoólicas. “Os autores do delito alegaram, em depoimento, que durante a festa a vítima teria furtado o celular de Leodan e se recusado a devolver o aparelho. Foi então que eles iniciaram uma discussão e em seguida cometeram o crime”, explicou o delegado.

Dupla em apresentação de coletiva de imprensa. (Foto: Ney Medes / AI-PCAM)

Enoques foi encontrado por populares na manhã do dia 3, por volta das 7h, em um matagal que fica nas proximidades do sítio onde os três estavam. O corpo da vítima apresentava hematomas e perfurações na perna esquerda e região do abdômen. Ivo Martins disse que a dupla teria espancado, estrangulado e atingido a vítima com dois golpes de terçado. Enoques, que tinha 22 anos quando o fato aconteceu, não resistiu aos ferimentos e foi a óbito no lugar.

Durante a coletiva de imprensa, os infratores afirmaram que eram usuários de drogas e que no dia do crime teriam consumido pasta base de cocaína. Os dois revelaram à imprensa detalhes de como cometeram o delito. “Eu pressionei o Enoques pra devolver meu celular, mas ele não quis entregar. Foi então que eu o estrangulei e “Bit” o golpeou com um terçado. Depois a gente arrastou a vítima para o matagal. Agimos por impulso e agora vamos ter que pagar pelo crime que cometemos”, declarou Leodan.

Nilson e Leodan foram indiciados por homicídio qualificado. Ainda na tarde de hoje eles serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus, onde irão permanecer à disposição da Justiça.

Comentários