Notícias

Polícia Civil prestigia lançamento do programa Amazonas Mais Verde na sede do Governo do Estado

Programa ‘Amazonas Mais Verde’(Foto: Bruno Zanardo / Secom)

Representando a delegada-geral da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Emília Ferraz, o delegado Demétrius Queiroz participou, na manhã desta terça-feira (15), do lançamento do programa ‘Amazonas Mais Verde’, apresentado pelo governador Wilson Lima, no palácio do governamental, bairro Compensa, zona oeste da capital. 

O programa contará com seis secretarias estaduais agrupadas em três equipes que atuarão a partir de planos de trabalho conjuntos. As ações serão voltadas à prevenção, fiscalização e combate ao desmatamento e queimadas; promoção de atividades produtivas sustentáveis; além da regularização fundiária.

“É muito importante para o desenvolvimento do nosso Estado a implementação de um programa como este. Conheço as dificuldades do sul do Amazonas, quando atuei como titular no município de Lábrea. Logo, destravar o acesso ao crédito, regularizar imóveis rurais e reduzir os impactos ambientais, além de atitude nobre, é investir no futuro de centenas de famílias,” afirmou Demétrius Queiroz.

A coordenação do programa será feita pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), com execução da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Secretaria de Produção Rural (Sepror) e Secretaria das Cidades e Territórios (Sect).

Suporte - Além das secretarias, o ‘Amazonas Mais Verde’ contará com o apoio de outros três órgãos estaduais: Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) e Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

O governador Wilson Lima, em seu discurso, parabenizou o Governo Federal por destinar R$ 56 milhões para o Amazonas. “Nós temos três eixos principais para a utilização desses recursos que são: a regularização fundiária, comando e controle para o combate as queimadas e o estímulo à agricultura agroflorestal”, frisou.

Entre os objetivos está o fortalecimento do desenvolvimento econômico sustentável como estratégia para conter o avanço do desmatamento e das queimadas, em especial nos municípios do sul do estado e na Região Metropolitana de Manaus (RMM).

Comentários