Notícias

Polícia Civil prende três indivíduos por homicídio ocorrido neste mês, na Comunidade União

Na manhã desta sexta-feira (26/06), por volta das 11h, policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), sob o comando da delegada-geral Emília Ferraz e coordenação dos delegados Paulo Martins e Zandra Ribeiro, titular e adjunta, respectivamente, da Especializada, cumpriram mandado de prisão temporária em nome de Roosevelt Martins de Freitas Júnior, 20; Rodrigo Carlos de Souza, 20 e Vinícius Bardales Nunes, 20, por envolvimento no homicídio de Miguel Ângelo Carvalho de Alves, que tinha 34 anos.

De acordo com a delegada adjunta Zandra Ribeiro, a prisão dos três foi efetuada em uma residência, na rua Montequeiro, bairro Redenção, zona centro-oeste da cidade.

Segundo a adjunta, o corpo do homem foi encontrado no dia 14 de junho deste ano, em uma área de mata, na Comunidade da União, bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul da cidade.

Durante as investigações, os policiais civis da DEHS conseguiram imagens de câmeras de segurança de um estabelecimento comercial, onde aparecem os três infratores e a vítima, momentos antes do crime acontecer.

Delegada adjunta da DEHS, Zandra Ribeiro. (Foto: Erlon Rodrigues/PCAM)

“Após a divulgação das imagens dos três infratores, eles se apresentaram na quarta-feira (24/06), por volta das 15h, na Especializada e confessaram que tiveram um desentendimento com a vítima e o agrediram até a morte. Na ocasião do comparecimento na delegacia, por não estarem em situação de flagrante, foram ouvidos e liberados”, conta ela.

Conforme Zandra, a vítima, em outra ocasião, teria tido desentendimentos com o pai de Roosevelt e, por conta disso, começou a discussão que culminou na morte de Miguel Ângelo, morto com pauladas e golpes com gargalo de garrafa.

A delegada informa, também, que sobre a existência de uma quarta pessoa envolvida, que não teve a identidade revelada, mas que já foi ouvida pela equipe de policial, não há participação dela na morte da vítima.

“O Rodrigo Carlos de Souza já responde pelo homicídio de uma mulher no ano de 2018. Os outros dois envolvidos não possuem passagem pela polícia, mas segundo informações, eles fazem parte de uma facção criminosa e são traficantes da Comunidade União. Em relação ao caso do homicídio de Miguel Ângelo, nós finalizaremos a investigação e pediremos a conversão da prisão temporária em prisão preventiva”, finaliza Ribeiro.

As ordens judiciais em nome do trio foram expedidas, nesta quinta-feira (25/06), pela juíza Sabrina Cumba Ferreira da Central de Plantão Criminal.

Procedimentos – Roosevelt, Rodrigo e Vinícius foram indiciados por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, eles serão levados para Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde irão ficar à disposição da Justiça.

 

Comentários