Notícias

Polícia Civil adota medidas de segurança com intuito de reduzir e combater o contágio pelo coronavírus

Por determinação da delegada-geral da Polícia Civil do Amazonas, Emília Ferraz, o diretor do Departamento de Policial Metropolitana (DPM), delegado Alessandro Albino, realizou na tarde de segunda-feira (23/03) a entrega de máscaras e luvas, inicialmente, para os servidores da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) da zona centro-sul, para realização de atendimento ao público.

A medida visa a redução dos riscos de contágio pelo novo coronavírus (Covid-19), com intuito de proteger tanto os servidores da instituição como a população, que é encaminhada para a unidade policial em casos que demandem urgência nos registros de Boletins de Ocorrência (BOs).

Entrega de máscaras e luvas para os servidores da DECCM. (Foto: Alailson Santos/PCAM)

O diretor do DPM destacou que os materiais estão sendo adquiridos, de forma paulatina, tendo em vista a falta desses produtos no mercado local e nacional. “Na medida em que estamos adquirindo os produtos, seja por meio de compras ou doações, eles estão sendo repassados aos servidores, com prioridade para as delegacias que funcionam como plantão 24 horas. As delegacias do interior do estado também irão receber os materiais, conforme estamos adquirindo. Iremos iniciar essa distribuição pelo município de Parintins, onde houve um caso confirmado do coronavírus”, disse o delegado.

Registros de BOs – As unidades policiais da capital e do interior do estado estão funcionando normalmente. Devem ser feitos de forma presencial nas delegacias os casos que demandem urgências no registro de BOs, tais como: roubos de veículos; homicídios tentados, consumados e remoções de cadáveres; autos de prisão em flagrante; crimes de violência contra a mulher com grave ameaça, lesão corporal, feminicídios tentados ou consumados; casos em que ocorra destruição de provas e que demandem imediata intervenção policial, além de ocorrências configuradas pela autoridade policial como emergenciais.

É orientado que em outros casos, não emergenciais, os BOs sejam realizados pela internet, por meio da plataforma “Delegacia Interativa” (www.delegaciainterativa.am.gov.br), como uma forma de facilitar os registros, uma vez que podem ser feitos de casa ou até mesmo pelo aparelho celular.

A recomendação é para evitar aglomerações nas unidades policiais, visando a redução dos riscos de contágio pelo novo coronavírus (Covid-19), com intuito de proteger a população.

Suspensão de visitas nas delegacias – Foram suspensas, pelo prazo de 15 dias, passível de prorrogação, as visitas aos presos de Justiça que estão custodiados nas delegacias da capital, e nas unidades policiais que funcionam como presídios no interior do estado. A medida tem intuito de proteger a integridade e saúde dos servidores da instituição, dos presos, dos familiares deles, bem como da sociedade em geral. A Portaria Normativa nº 005/2020 – GDG/PC, entrou em vigor na última sexta-feira (20/03).

Comentários