Notícias

Polícia Civil prende homem investigado por roubar R$ 13 mil de escritório, no conjunto Vieiralves

Na manhã de quinta-feira (27/02), por volta das 9h, a equipe de investigação da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) cumpriu mandado de prisão preventiva em nome de Harry de Sousa Branco, 31, pela participação no roubo ao escritório de um salão de beleza, situado no conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul da capital. O crime ocorreu na tarde da última segunda-feira (24/02), por volta das 12h30. Na ocasião, o infrator subtraiu a quantia de R$ 13 mil do lugar.

De acordo com o delegado, o indivíduo foi preso na casa de familiares, na rua Bernardo Cabral, bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus. “Na tarde do crime, o infrator adentrou ao escritório do salão de beleza, que passava por reformas, alegando que iria entregar currículo para eventuais vagas de emprego. No entanto, ele acabou anunciando o roubo e subtraiu toda a renda do local, além dos celulares de funcionários que presenciaram o delito”, explicou.

Segundo Aldeney Goes, as câmeras de segurança do escritório flagraram toda a ação criminosa de Harry que, após cometer o delito, empreendeu fuga do local. A partir dessas imagens e de denúncias anônimas obtidas por servidores da especializada, a equipe de investigação conseguiu identificar e localizar o infrator, ocasião em que foi representado o pedido de prisão preventiva em nome dele.

“Na ocasião da prisão, encontramos em posse de Harry uma pequena parte do valor subtraído do estabelecimento, R$ 575 em espécie. Além disso, as investigações indicam que um outro homem, identificado como Syrrenon Soares Barbosa, também participou do crime, sendo o responsável por conduzir a motocicleta utilizada na fuga. Vale destacar que na última semana, Syrrenon trocou tiros com os policiais civis do 30º DIP, que realizavam diligências de uma outra ocorrência”, afirmou o titular da DERFD.

Conforme Goes, o mandado de prisão em nome de Harry foi expedido na quinta-feira (27/02), pelo juiz George Hamilton Lins Barroso, da Central de Plantão Criminal. O titular da especializada destacou que as investigações em torno do caso seguem em andamento, afim de localizar e prender Syrrenon, além de recuperar a outra parte do dinheiro roubado do escritório do salão de beleza.

Procedimentos – Harry foi indiciado por roubo majorado. Após os procedimentos legais na unidade policial, ele será conduzido para audiência de custódia, no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

Disque-denúncia – Quem puder colaborar com informações sobre a localização de Syrrenon, entrar em contato por meio do número: (92) 99962-2187, o disque-denúncia da especializada. Delações também podem ser feitas pelo número 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

 

Comentários