Notícias

Polícias Civil e Militar e Exército Brasileiro fiscalizam comércios pela venda de armas e munições, em Eirunepé

Policias civis da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Eirunepé, sob a coordenação do investigador de Polícia, Gonzaga Rezende, gestor da unidade policial, em ação conjunta com policiais militares e integrantes do 61º Batalhão de Infantaria e Silva (BIS) do Exército Brasileiro (EB), lotados em Cruzeiro do Sul, no estado do Acre, deflagraram ação, ao longo da manhã desta quinta-feira (28/11), com intuito de fiscalizar quatros estabelecimentos comerciais no município de Eirunepé, que resultou em multa administrativa em um dos comércios.


Ação de fiscalização. (Foto: Divulgação)

De acordo com o gestor da unidade policial, esta ação iniciou após o 61º BIS receber denúncias anônimas informando sobre a comercialização ilegal de armas e munições naquela cidade (distante 1.160 quilômetros em linha reta da capital).

“Nos quatros comércios fiscalizados, um deles foi multado pelo Exército Brasileiro, pois o estabelecimento comercial, que é legalizado, vendeu 37 armas para pessoas em Manaus, sem ter autorização do Exército, porque para transportar o armamento do município para a capital é preciso da autorização do Exército Brasileiro. Nos outros locais que visitamos, não encontramos armas”, explicou Gonzaga Rezende.

Ainda segundo Rezende, ações como essa são importantes para findar a comercialização ilegal de armas de fogo e munições e que, também, são transportadas ilegalmente.

Comentários