Notícias

Polícia Civil prende homem pela autoria do homicídio da companheira e tentativa de homicídio da sogra

O delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), falou na manhã desta quarta-feira (21/8), durante coletiva de imprensa realizada às 11h, no prédio da especializada, sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva em nome de Douglas Ricardo Silva Costa, 25, pelo homicídio da companheira dele, Aline Teixeira Machado, que tinha 26 anos, e pela tentativa de homicídio da mãe de Aline, uma mulher de 53 anos.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu na madrugada de terça-feira (20/8), por volta das 5h30, na casa das vítimas, situada na travessa Ayrton Senna, núcleo Cinco, bairro Cidade Nova, zona norte da capital. Segundo Martins, na ocasião do delito, Douglas quebrou o celular de Aline e a agrediu com um pedaço de madeira. Para defender a filha, a mãe de Aline, tentou impedir a ação do infrator e também foi ferida por ele. 


Preso, Douglas Ricardo Silva Costa, (AI-PCAM/ Foto: Erlon Rodrigues)

“Em depoimento na especializada, Douglas alegou que a motivação do delito foi ciúmes. Aline foi bastante agredida com um pedaço de madeira e veio a óbito, após ser conduzida a uma unidade hospitalar. A mãe dela ainda tentou defendê-la, mas também foi agredida. Ela foi socorrida e felizmente não faleceu, apesar de ter ficado lesionada. Ontem mesmo, ela compareceu na DEHS e prestou os esclarecimentos necessários. Douglas e Aline mantinham um relacionamento conturbado, com histórico de brigas, que dessa vez, infelizmente, resultou na morte dela”, explicou Martins.

Prisão - Conforme o delegado, Douglas se apresentou espontaneamente, juntamente com familiares, na tarde de terça-feira (20/8), por volta das 14h, no prédio do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), após tomar conhecimento que estava sendo procurado pela autoria dos crimes. A ordem judicial em nome de Douglas foi expedida ainda ontem, pela juíza Bárbara de Araújo Folhadela, no Plantão Criminal. O delegado informou que o infrator não tinha nenhuma passagem pela polícia.

Indiciamento – Douglas foi indiciado por homicídio qualificado e por tentativa de homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da DEHS, o infrator será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá ficar à disposição da Justiça.

 

Comentários