Notícias

Polícia Civil prende no Conjunto Vieiralves foragido da Justiça de Santa Catarina

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), sob o comando do delegado Sinval Barroso, diretor da unidade policial, cumpriu na manhã desta quarta-feira (10/7), por volta das 6h30, mandado de prisão temporária, por tráfico de drogas, em nome do piloto de aeronave Daniel Luiz Zonato Bocchi, 38.

De acordo com a autoridade policial, a prisão do piloto ocorreu no bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul da cidade, e faz parte da operação “Woodstock Condá”, deflagrada pela Polícia Civil de Santa Catarina. Conforme o diretor do DRCO, Daniel estava sendo investigado por fazer parte de organização criminosa que atua na venda de drogas em Santa Catarina.

Daniel Luiz Zonato Bocchi, 38. (Foto: Divulgação / PC-AM)

“Nossa equipe do DRCO deu suporte à Polícia Civil de Santa Catarina no cumprimento do mandado de prisão em nome do infrator, após ser constatado que ele estava residindo em Manaus há alguns meses. A ordem judicial em nome de Daniel foi expedida no dia 8 de julho deste ano, pela juíza Ana Karina Arruda Anzanello, da Comarca de Chapecó, município do estado de Santa Catarina”, explicou Barroso.

O delegado ressaltou que Daniel foi preso na manhã desta quarta-feira (10/7), por volta das 6h30, na casa onde estava morando, situada no Conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul de Manaus. “No local encontramos uma pequena quantidade de maconha, que o piloto alegou ser para consumo próprio”, disse.

Material apreendido. (Foto: Divulgação / PC-AM)

Daniel assinou Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por posse de droga para consumo pessoal. O piloto também foi indiciado por tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos cabíveis no DRCO, ele será recambiado para Santa Catarina, onde irá ficar à disposição da Justiça.
 

Comentários