Notícias

Polícias Civil e Militar prendem dupla e apreendem adolescente por homicídio e ocultação de cadáver em Carauari

A equipe de investigação da 65ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Carauari, em ação conjunta com policiais militares lotados naquele município, distante 788 quilômetros em linha reta da capital, cumpriu no lugar, ao longo de sexta-feira (10/5), mandados de prisão preventiva em nome de Cristiano Pereira Salvino, 33, e Francisco Caetano, 19, conhecido como “Chico”, pela autoria do homicídio de Júnior Barbosa de Souza, além de mandado de busca e apreensão em nome de um adolescente de 16 anos, envolvido na ocultação de cadáver da vítima, que tinha 28 anos.

Policiais localizaram Francisco no bairro Eduardo Braga em Carauari (Foto: Divulgação / PC-AM)


De acordo com o gestor da unidade policial, o investigador de Polícia Emerson Bastos, o homicídio aconteceu no dia 2 de maio deste ano,  por volta das 22h30, em uma área de mata em Carauari. Segundo Bastos, na ocasião, Cristiano e Francisco atraíram Júnior para o local do crime, onde ele foi imobilizado por Cristiano, enquanto Francisco desferiu, aproximadamente, dez golpes de faca na vítima, atingindo o pescoço e o tórax dela, ocasionando o óbito.

Cristiano foi preso na casa da companheira dele, no município (Foto: Divulgação / PC-AM)


“Após constatarem que Júnior estava morto, Cristiano ordenou que ‘Chico’ enterrasse o corpo da vítima e escondesse a motocicleta dela. Foi quando Chico saiu do matagal e encontrou o adolescente de 16 anos e os dois consumiram substâncias entorpecentes juntos. Francisco então pediu ajuda do adolescente para enterrar o cadáver. Após enterrarem o corpo da vítima, os infratores jogaram a motocicleta de Júnior, da montadora Honda, modelo Biz, em um igarapé”, explicou o gestor da 65ª DIP.

Adolescente apreendido irá ficar internado 45 dias na unidade policial (Foto: Divulgação / PC-AM)


Conforme Bastos, durante as diligências em torno do caso, as equipes realizaram buscas pela área de mata e na terça-feira (3/5), localizaram a motocicleta da vítima, uma pá e uma cavadeira articulada, utilizadas na ação criminosa. “Cristiano foi preso na casa da namorada dele, situada no bairro Jãnjão. Já o adolescente foi levado pela própria mãe à delegacia, após ela tomar conhecimento das diligências em torno do crime. Francisco foi localizado no bairro Eduardo Braga. Na delegacia, Cristiano e Francisco alegaram que o delito foi motivado por conta de uma dívida que Júnior tinha com eles”, disse. 


Indiciamento – Cristiano e Francisco foram indiciados por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Francisco também foi indiciado por corrupção de menores. Eles serão mantidos na carceragem da 65ª DIP, à disposição da Justiça. Já o adolescente irá responder por ato infracional análogo ao crime de ocultação de cadáver e ficará internado por 45 dias na unidade policial.

Comentários